Batman, Tolkien, Superman, Pooh, Mickey domínio público

Os Vingadores do terror infantil? Esse é o mote de Poohniverse: montagem de monstrossequência do filme Ursinho Pooh: Sangue e Mel lançado em 2023.

Continua após a publicidade..

Isso é cruzamento de terror de baixo orçamento reunirá Winnie the Pooh com versões malignas de personagens infantis queridos, como Bambi, Sininho, Pinóquio e Peter Pan. Com lançamento previsto para 2025, Poohniverso promete uma mistura inusitada de horror e nostalgia.

A sequência era prevista, já que o primeiro filme teve bilheteria de US$2,5 milhões. O que poderia ter sido um fracasso para a maioria dos lançamentos de Hollywood se mostrou um estrondoso sucesso para quem tem um longa cujo orçamento ficou abaixo dos US$100 mil. Isso sim é retorno do investimento!

Sangue e Mel ter tido 100% de aproveitamento no 44º Razzies – o “Oscar dos piores filmes” -, vencendo todas as cinco categorias em que foi indicado, só aumentou seu impacto e se tornou a cereja do bolo (ou a framboesa, no caso).

Continua após a foto

Eh… Christopher Robin? Esse Pooh está diferente…

Pooh filme de terror

Mas como a Disney permite que seu amado ursinho se sujeite a filmes de terror de baixo orçamento? Bem, a turma do Walt não tem escolha.

Isso acontece porque a lei de direitos autorais americana prescreve a exclusividade após 95 anos sob um único titular. O mesmo fenômeno aconteceu com Mickey Mouse em 2023 – ele, também, está estrelando um filme de terror e comédia previsto para este ano.

No Brasil é um pouco diferente: por aqui, o direito exclusivo só se encerra após 70 anos da morte do autor. Ou seja, o Mickey ainda é da Disney até 2036.

Liberado, mas nem tanto

Mickey domínio público

Continua após a publicidade..

A duração dos direitos autorais, e consequentemente a manutenção da propriedade intelectual fora do domínio público, varia de país para país. Nos Estados Unidos, a proteção de 95 anos diz respeito à maioria das obras criadas antes de 1978.

No entanto, o fato de um personagem como o Mickey entrar em domínio público não significa que qualquer pessoa poderá usá-lo como quiser. O que ficou liberado, no caso do ratinho da Disney, foi a sua versão em Ó Vapor Willie – a icônica animação em preto e branco feita em 1928. Isso explica a proliferação de camisetas e produtos variados com essa estética retrô.

O momento é de virada para muitas (e valiosas) propriedades intelectuais, já que personagens criados nas décadas de 1920 e 1930 estarão disponíveis nos anos seguintes.

No entanto, há limites para o uso de personagens em domínio público, como a necessidade de mantê-los fieis às suas versões originais. Por exemplo, o Super homenque estará livre de direitos em 2034, não poderia voar em um filme feito daqui a 10 anos, pois sua habilidade de voo foi adicionada posteriormente à mitologia.

Mesmo com essas limitações, é esperado que mais personagens icônicos entrem em domínio público, proporcionando novas oportunidades criativas, embora as empresas de entretenimento provavelmente continuem a monitorar e proteger seus direitos autorais.

5 personagens que vão cair em domínio público em breve

As próximas décadas vão ser cruciais para personagens da cultura pop, já que os anos 20 e 30 viram surgir obras icônicas no cinema e nos quadrinhos. Com isso, a data de validade dos seus direitos exclusivos está quase expirando.

Continua após a publicidade..

Confira abaixo quais serão os próximos personagens a ganharem uma enxurrada de produtos, reedições e adaptações!

Plutão (2026)

O fiel companheiro canino de Mickey Mouse, conhecido por sua lealdade e humor, será um dos primeiros a entrar em domínio público, permitindo que criadores explorem novas histórias e adaptações desse personagem que rouba a cena com certa frequência!

Pato Donald (2030)

O pato temperamental e hilário, famoso por suas aventuras ao lado do amigo Mickey Mouse, vai marcar o #OpentoWork no LinkedIn a partir de 2030, trazendo consigo todo o seu charme característico. Será que assim Donald terá uma voz compreensível? Só o tempo dirá…

Ó Hobbit, o JRR Tolkien (2033)

Os habitantes da Terra Média, incluindo Bilbo Bolseiro, Gandalf e os anões, terão suas histórias disponíveis para interpretações diversas a partir de 2033, permitindo que os fãs explorem ainda mais esse universo fantástico. Quem aí está pronto para mais adaptações em três partes?

Super-homem (2034)

O icônico super-herói da DC Comics, conhecido por sua força sobre-humana e capacidade de disfarçar sua identidade com apenas um óculos, entrará em domínio público em 2034, oferecendo oportunidades para novas histórias e abordagens. Mas nada de levantar voo, ou o pesado martelo da (liga da) justiça recairá sobre aqueles que não respeitarem as regras.

homem Morcego (2035)

O vigilante mascarado de Gotham City entrará em domínio público em 2035. Talvez assim alguém leve o Batman para a terapia e resolva de uma vez por todas o luto do menino que perdeu os pais e compensa com gadgets caros e pancadaria.

OUÇA AGORA MESMO A PLAYLIST TMDQA! ALTERNATIVO

Clássicos, lançamentos, Indie, Punk, Metal e muito mais: ouça agora mesmo a Playlist TMDQA! Alternativo e siga o TMDQA! no Spotify!



Share.