Taylor Swift trouxe Sabrina Carpenter para fazer um mash-up de ‘White Horse’ e ‘Coney Island’ durante seu show em Sydney na noite passada (23 de fevereiro) – assista abaixo.

Continua após a publicidade..

A estrela pop de ‘Midnights’ tocou a primeira de quatro datas consecutivas no Accor Stadium da cidade, como parte da etapa australiana de sua ‘Eras ​​Tour’.

  • LEIA MAIS: Taylor Swift – crítica de ‘1989 (Taylor’s Version)’: seu melhor álbum nunca sairá de moda

Carpenter está apoiando Swift na corrida atual, mas foi forçada a cancelar seu show ontem devido a um atraso causado pelo mau tempo. Para compensar, Swift a convidou para subir no palco para o segmento de “músicas surpresa” do show.

A dupla fez um dueto em uma versão despojada para piano de ‘White Horse’, cujo original aparece no segundo álbum de Swift, ‘Fearless’ (2008) e na regravação de 2021 ‘(Taylor’s Version).

Antes da colaboração ao vivo, Carpenter se lembra de ter cantado a música quando tinha nove anos. “Se alguém olhar esta capa, ficarei muito chateado. Mas eu sei que são”, disse ela ao público.

Os dois artistas também incorporaram elementos de ‘Coney Island’ do álbum ‘Evermore’ de Swift de 2020. Confira imagens tiradas por fãs do momento aqui:

Continua após a publicidade..

Swift recentemente abandonou sua abordagem “sem repetição” em sua seção de “músicas surpresa” dos shows da ‘Eras ​​Tour’.

“Eu estive pensando, quero ser o mais criativa possível com o set acústico avançando”, ela disse ao público em um de seus shows em Melbourne na semana passada.

Continua após a publicidade..

“Não quero limitar nada e não quero apenas dizer: ‘Ah, se eu toquei uma música antes, não posso tocá-la novamente’. Então, de agora em diante, não quero tirar nenhuma cor da caixa de tintas.”

A cantora trará a ‘Eras ​​Tour’ para o Reino Unido e Irlanda neste verão, com o apoio nessa etapa vindo do Paramore. Ela fará oito shows no Estádio de Wembley, em Londres, como parte da temporada.

Swift deve lançar seu 11º álbum de estúdio, ‘The Tortured Poets Department’, em 19 de abril (veja a tracklist completa aqui). “Foi realmente uma tábua de salvação para mim”, disse ela sobre escrever o próximo álbum. “Apenas as coisas pelas quais eu estava passando e as coisas sobre as quais estava escrevendo.

“Isso meio que me lembrou por que compor músicas é algo que realmente me ajuda na vida, e eu nunca tive um álbum em que precisasse mais de composições do que em ‘Tortured Poets’.”

Em outras novidades, Taylor Swift foi indicada como Artista Internacional do Ano no BRIT Awards 2024. A cerimônia deste ano acontece no The O2, em Londres, no próximo sábado (2 de março).



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email