Rainha da Grande Rio, quiçá deste Carnaval, Paolla Oliveira soltou as feras ao atravessar a Avenida à frente dos ritmistas da agremiação. A atriz até virou onça, como canta o enredo da escola de Caxias. Com um controle especial acionado por ela, a máscara descia. E o segredo da iluminação especial nos olhos que a transformou estava toda no turbante.

Continua após a publicidade..
  • Carnaval 2024: confira tudo sobre os desfiles das escolas de samba e dos blocos de rua
  • Carnaval 2024: desfiles, blocos, transportes, trânsito, dengue e segurança; tudo sobre a folia no Rio

“Eu mesma apertava. Você acha que a onça vai dar o controle para alguém? Para a nossa Grade Rio, para essa comunidade que trabalha o ano inteiro, o que posso fazer é inventar alguma coisa com esses malucos junto comigo. Os carnavalescos falavam: ‘Vai, minha filha, vai dar certo’. Então, fica todo o meu carinho, energia e onça reluzente para eles”, disse em entrevista à TV Globo.

Paolla Oliveira usou fantasia de onça inovadora no Carnaval 2024 — Foto: @fbvasconcellos
Paolla Oliveira usou fantasia de onça inovadora no Carnaval 2024 — Foto: @fbvasconcellos

Uma fonte de O Globo explicou que Paolla precisou fazer cinco provas da peça, até encontrar o tamanho e peso ideal para não comprometer o samba, o sistema e a surpresa. O acessório começou a ser desenvolvido em setembro.

Horas antes do desfile, Paolla se arrumou em pouco mais de duas horas e meia. E não deixou o brilho restrito ao LED. A artista investiu na maquiagem iluminada.

Continua após a publicidade..
Paolla Oliveira posou com fantasia de onça inovadora — Foto: @fbvasconcellos
Paolla Oliveira posou com fantasia de onça inovadora — Foto: @fbvasconcellos

O recurso de Paolla Oliveira é o mesmo usado pela amazonense Isabelle Nogueira, que está no “Big Brother Brasil 24“. A dançarina de boi-bumbá é conhecida no estado como a cunhã-poranga do Boi Garantido, o boi vermelho e branco do Festival de Parintins, e chamou atenção do país após entrar na casa.

Continua após a publicidade..

A definição de cunhã-poranga no regulamento do Festival Folclórico de Parintins é de “moça bonita, guerreira e guardiã que expressa força através da beleza”. O personagem atua dentro de vários atos cênicos que representam rituais indígenas, lendas ou algum contexto amazônico. As indumentárias estão sempre dentro do contexto da encenação.

No reality show, Isabelle já exibiu um pouco do gingado nortista. A manauara fez uma mini performance do hit “Voando pro Pará”, música interpretada pela cantora paraense Joelma. No momento de descontração entre os confinados, a sister mostrou os passos da coreografia e deixou os colegas de confinamento encantados.

Share.