<i>(Foto: Francisco Silva/DP Foto)</i>

Vitória tranquila

Bom começo do Santa Cruz no Pernambucano. Com o torcedor em grande número (mais de 18 mil) no Arruda e nada de pressão ao elenco, após a eliminação na Copa do Nordeste. O Tricolor impôs sua força, despachou o Maguary e supera a primeira das nove decisões que tem pela frente no Estadual.  O Santa Cruz soube controlar toda a partida. No primeiro tempo, domínio total, tranquilo e com um futebol eficiente. Fez o gol aos oito minutos, com o oportunismo de Thiaguinho. Deu espaço para o Azulão avançar para que os espaços fossem abertos para o contra-ataque. E foi nesta jogada que, aos 27, que Pedro Bortoluzo marcou o segundo. Tranquilidade para o time coral, pouco foi exigido pelo Maguary. O Tricolor administrou bem o segundo tempo. O Azulão tinha mais espaço, até pelo pedido do técnico Sued Lima de buscar o primeiro gol. A defesa coral estava segura, impedindo bolas ao gol de André Luiz (pouco exigido) e o ataque usava a velocidade para buscar mais um gol. A saída do meia Matheus Melo, aos 27, prejudicou o rendimento do time e trouxe preocupação para o torcedor, já que deixou o gramado com a mão na coxa esquerda. Esperar para não ser uma contusão grave. Esperava mais do Maguary. E gostei do que vi do Santa Cruz. Do que vimos no jogo em Teresina, Itamar Schülle corrigiu os problemas, recuperou a autoestima da equipe, que teve poucos erros individuais. Que siga neste caminho. O Estadual é de enorme importância para o clube coral. Vale calendário nacional em 2025. Vamos para as outras oito decisões pela frente. 

O Retrô mostrou seu cartão de visita na abertura do Estadual. A goleada por 4×0 sobre o Porto, mas com um futebol bem convincente, com destaque para o meia-atacante Fernandinho. O teste pesado será na próxima rodada, quando a Fênix encara o Sport, na Arena. 

Continua após a publicidade..

Copinha 

Nove times nordestinos avançaram para a segunda fase da Copinha. Os pernambucanos não terão moleza: o Sport pega o Palmeiras, um dos favoritos ao título; o Náutico também tem outra dureza, contra o Flamengo/RJ; e o Retrô tem o Coritiba pelo caminho. 

Continua após a publicidade..

 

Continua após a publicidade..

Dorival Júnior

Gostei da primeira entrevista de Dorival Júnior na apresentação como novo treinador da Canarinha. Falou sobre sistema de jogo, sobre Neymar e que irá dar mais chances ao pessoal que atua no Brasil. E uma frase foi bem forte: “a partir de agora, não é a Seleção de Dorival, mas a Seleção do povo brasileiro”. Se conseguir trazer de volta essa paixão do torcedor pela camisa amarela já fará a diferença. 

Paz na CBF

De volta à presidência da CBF, Ednaldo Rodrigues costurou bem um processo de paz. Depois de se reunir com os dirigentes das Federações, aproveitou para dialogar com os 40 clubes das Séries A e B. Até o adversário Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, apareceu em fotos ao seu lado. Até quando teremos essa paz na entidade, só o tempo dirá. 

Share.