A casa de vendas Charades, com sede em Paris, adquiriu os direitos de vendas internacionais de “In a Violent Nature”, o longa-metragem de estreia do escritor e diretor Chris Nash que deve estrear na Midnight Section de Sundance em 22 de janeiro.

Produzido por Shudder sob a bandeira Shudder Original do serviço de streaming, o filme segue um monstro morto-vivo vingativo enquanto ele mata metodicamente um grupo de campistas no deserto depois que eles removem um pingente de seu local de descanso. Peter Kuplowsky e Shannon Hanmer também são produtores de “In a Violent Nature”, com lançamento previsto para 2024.

“’In a Violent Nature’ nos lembrou de ‘The Texas Chainsaw Massacre’ e ‘Angst’, mas acima de tudo, é a descoberta de um diretor incrivelmente talentoso”, disseram os co-fundadores da Charades, Pierre Mazars, Yohann Comte e Carole Baraton. “Estamos muito gratos por trabalhar com Shudder mais uma vez, com quem estamos construindo um histórico incrível de filmes de gênero, de ‘Revenge’ a ‘When Evil Lurks’ e ‘Vermin’”.

Acrescentou o chefe do AMC Networks Film Group, Scott Shooman: “Charadas, em sua essência, entendem filmes de gênero vívidos e inovadores. Estamos entusiasmados com a parceria mais uma vez em ‘In a Violent Nature’ – um terror diferente de qualquer público já visto, seguindo nossas parcerias eficazes em filmes incríveis como ‘When Evil Lurks’, ‘Revenge’ e ‘Infested’”.

“In a Violent Nature” junta-se a “Kneecap”, a cinebiografia estrelada por Michael Fassbender sobre um grupo de rap irlandês, na lista de Charades no Sundance. As aquisições recentes da empresa incluem o vencedor do Grande Prêmio do Júri de Sundance de 2023, “Scrapper”, de Charlotte Regan; o animado filme de estreia de Carlota Perada, “Piggy”; dois documentários aclamados em “The Painter and the Thief” de Benjamin Ree e “Spaceship Earth” de Matt Wolf; e “A morte de dois amantes”, de Robert Machoian.

Share.