Em clássico quente no Maracanã, pela 8ª rodada do Campeonato Carioca, Fluminense e Vasco empataram por 0 a 0. A partida foi marcada por algumas polêmicas de arbitragem e também teve mais de uma expulsão, incluindo a do técnico tricolor Fernando Diniz.

O resultado não foi bom para o Cruzmaltino, que deixou o G-4 da tabela por conta da vitória do Botafogo sobre o Volta Redonda. O Flu, por sua vez, segue na liderança da Taça Guanabara, mas pode ver o Flamengo encostar.

Continua após a publicidade..

Assim que a bola rolou, Fluminense e Vasco fizeram um primeiro tempo movimentado, que teve mais posse de bola para o lado cruzmaltino, mas não conseguiram tirar o zero do placar.

O principal lance foi protagonizado nos minutos finais, quando após Dimitri Payet levantar bola na área, Léo cabeceou e carimbou o travessão, levando muito perigo.

Continua após a publicidade..

Nos acréscimos, uma polêmica. O árbitro Bruno Mota tentou checar um possível pênalti em cima de Pablo Vegetti, mas foi informado de que o VAR não estava funcionando naquele momento e, apenas alguns minutos depois, a primeira etapa foi encerrada.

A primeira etapa também teve muita reclamação por parte dos jogadores tricolores, por conta de um toque de mão na bola dentro da área de Medel, após finalização defendida pelo goleiro Léo Jardim.

Continua após a publicidade..

O segundo tempo, sim, foi quente. E começou com mais uma polêmica. Logo no primeiro lance, David estufou as redes para o Vasco, mas o bandeirinha marcou impedimento. Apenas após uma longa revisão do VAR, que voltou a funcionar, a posição irregular foi confirmada. Mesmo assim os jogadores cruzmaltinos seguiram reclamando.

Técnico do Fluminense, Fernando Diniz foi expulso de campo, e quem ficou encarregado de comandar o Flu da área técnica foi Eduardo Barros.

E foi então que o clássico esquentou de vez. Após uma confusão dentro da área, antes do Vasco cobrar falta, jogadores dos dois times se desentenderam, e Thiago Santos e Gary Medel foram expulsos.

Inconformado com o cartão vermelho, o zagueiro chileno não queria deixar o gramado, e só o fez depois de muito relutar.

Em seguida, uma nova polêmica. E novamente envolvendo um possível pênalti a favor do Vasco. Payet cobrou falta e, formando parte da barreira e dentro da área, Germán Cano resvalou com a mão na bola. Houve muita reclamação, até que o VAR recomendou ao árbitro a revisão no monitor. E a decisão seguiu sendo a de que não foi pênalti.

Classificação no Carioca (Taça Guanabara):

  • Fluminense: 1° colocado, com 18 pontos

  • Vasco: 5° colocado, com 13 pontos

Próximos jogos do Fluminense:

Próximos jogos do Vasco:

Share.