Você sonhou que estava andando descalço, voando, caindo no vazio ou perdendo os dentes? Siga este método de quatro etapas para decifrar a mensagem oculta por trás das imagens do mundo dos seus sonhos.

Continua após a publicidade..
Descubra como interpretar seus sonhosDescubra como interpretar seus sonhos

Última atualização: 25 de fevereiro de 2024

Enquanto você dorme, crie e assista filmes que às vezes parecem ser dirigido de Christopher Nolan é, para dizer o mínimo, intrigante. Seu conteúdo raramente significa o que mostra; em vez disso, tende a ser metafórico. Mas como interpretar esses sonhos?

O impulso para decifrá-los é forte porque pensamos que, em última análise, o que sonhamos oferece mensagens simbólicas sobre o nosso próprio existência. Existem certas práticas simples que podem nos ajudar nesse processo, pois nos permitem decodificar o simbolismo por trás das imagens oníricas. Convidamos você a conhecê-los.

O que você precisa saber antes de interpretar seus sonhos

O universo dos sonhos é tão profundo e enigmático que é quase impossível não se sentir atraído por ele. Embora a investigação científica tenha avançado, ainda existem mais incógnitas do que respostas. Até agora, a ciência não tem um consenso definitivo sobre o propósito exato dos sonhos ou a sua atribuição de significados. No entanto, há informações valiosas que conhecemos:

  • Os sonhos REM são mais emocionais, mais longos e estranhos do que os não-REM, que geralmente são mais simples e refletem memórias cotidianas.
  • A maior parte do que sonhamos acontece na fase REM, onde ocorre um intenso aumento da atividade cerebral relacionada às funções visuais, emocionais e autobiográficas.

Entre os disponíveis, chamadas teorias de simulação São os que têm mais peso. Em resumo, apontam que sonhar tem uma função biológica de natureza adaptativa: nos prepararmos melhor ao enfrentar os perigos do mundo real. Assim, funciona como uma espécie de “campo de treinamento” que aguça os instintos de luta ou fuga (entre outros).

As teorias de simulação explicam por que a maioria dos sonhos gira em torno de conteúdos aterrorizantes, dramáticos ou intensos. Através destas situações, as habilidades de sobrevivência são aprimoradas em um ambiente seguro.

No que diz respeito à interpretação dos sonhos a partir da psicologia, figuras como Sigmund Freud e Carl Jung destacam-se pelas suas influentes teorias, embora seja importante esclarecer que não existem evidências científicas conclusivas que as apoiem.

Freud propôs que o conteúdo dos sonhos revela metaforicamente desejos inconscientes e conflitos internos: O que você sonha está relacionado ao que você deseja e ao que o aflige.

Por sua vez, Jung sugeriu que este conteúdo combina elementos do inconsciente coletivo e pessoal. Além do mais, postularam que eles atuam como mensagens do inconsciente que buscam equilibrar nossas atitudes conscientes. Por exemplo, se alguém está sobrecarregado com sentimentos de culpa não resolvidos, pode sonhar com situações em que está tentando reparar um erro do passado.



Passos a seguir para interpretar seus sonhos

Tenha um sonho estranho e passe dias refletindo sobre ele. Com quem não aconteceu? A interpretação nunca é absoluta ou certa. No entanto, aplicando as seguintes práticas, podemos chegar mais perto ao seu significado subjacente.

1. Registre o que você sonhou

A memória dos sonhos é seletiva. A memória depende de fatores como intensidade emocional ou fase do sono em que você acorda. A escrita imediata ajuda a reter os detalhes antes que desapareçam. Por ele, Mantenha um diário de sonhos e anote as informações assim que acordar.

Continua após a publicidade..

Ao capturar essas cenas no papel, seja com palavras ou desenhos, você facilita a retenção dos elementos do sonho. Em seu registro inclua personagens, sequências ou objetos, independentemente de parecerem irrelevantes ou absurdos à primeira vista.

2. Detecte emoções associadas

Identificar como você se sentiu quando acordou. Triste? Com medo? Talvez motivado? Anotar isso lhe dará pistas sobre a carga emocional daquilo com que você sonha. e irá ajudá-lo a fazer conexões.

Por exemplo, os pesadelos refletiriam preocupações ou tensões na sua vida diária, bem como traumas não resolvidos. Um terror noturno pode ser um lembrete de aspectos da sua vida que você pode ignorar ou negligenciar.

Outro caso seria acordar com uma sensação agridoce após sonhar com um ente querido falecido. Isso teria significados diferentes, como simplesmente sentir falta daquela pessoa, a necessidade de processar o luto (seja pela perda ou por outro motivo) ou buscar orientação em sua vida.

3. Preste atenção aos símbolos isoladamente e em conjunto

Ao interpretar seus sonhos você busca saber traduzir o que acontece neles (conteúdo manifesto) em seu verdadeiro significado oculto (conteúdo latente). Para alcançar, É útil examinar os símbolos individualmente e considerar sua interação com o contexto geral do que você sonhou.

Por exemplo, se você sonha com água, reflita sobre a forma como ela aparece. Era uma cachoeira, uma chuva torrencial ou uma praia paradisíaca? A água estava turva ou cristalina?

Continua após a publicidade..

Pergunte-se também o que você percebeu quando estava próximo ou imerso nele. Você sentiu como se estivesse se afogando e estagnando? Liberdade e conforto? Avalie se outros elementos, como animais ou pessoas, influenciaram a atmosfera do sonho. Representaram uma ameaça ou, pelo contrário, forneceram apoio e contenção?

4. Faça perguntas a si mesmo para encontrar relacionamentos com sua vida atual

Veja se há paralelos com eventos, desafios ou sentimentos que você vivencia ou vivenciou. Como você poderia relacionar esse conteúdo com a sua vida? Você não precisa se pressionar para responder com certeza e segurança, apenas conecte-se consigo mesmo e seja honesto.

Suponha que você sonhe que está explorando um ambiente desconhecido. Isso indicará seu desejo de buscar novas oportunidades? Em que áreas da sua vida você sente necessidade de mudança? Você já pensou em mudar de carreira ou fantasia em mudar de país? Essas perguntas ajudam você a interpretar o que você sonha pessoalmente.

Para saber interpretar seus sonhos é fundamental entender que se trata de um processo profundo e complexo. A psique é como um labirinto; Está longe de ser linear e previsível. Portanto, tenha em mente o seguinte:

  • A interpretação é subjetiva. Não existem respostas universais.
  • Os símbolos presentes podem ter significados únicos com base na sua história pessoal.
  • Sempre haverá aspectos ou nuances não descobertos que escapam à compreensão completa.

Perguntas que todos nós nos fazemos sobre sonhos

Assim que conhecermos as chaves para decifrar o que sonhamos, a seguir responderemos algumas perguntas frequentes que surgem em torno deste intrigante doido que todos os seres humanos compartilham.

Por que temos sonhos recorrentes?

Um sonho que se repete inúmeras vezes é, quase sempre, um sinal de que há pendências que requerem a sua atenção. Podem estar relacionados a desejos insatisfeitos ou reprimidos, frustrações ou até mesmo traumas. Lembremos que, segundo a psicanálise, os sonhos são manifestações do inconscienteassim como os sintomas e as piadas.

Nessa perspectiva, poderíamos pensar que os mais persistentes buscam nos transmitir uma mensagem para a nossa realização pessoal. Esta ideia também encontra apoio na ciência; um estudo publicado em Traumas e Sonhos sugere que a presença de sonhos recorrentes está ligada a um menor bem-estar.

Quais são os mais comuns?

Independentemente da cultura ou contexto, existem certos sonhos que experiência muitas pessoas. Afinal, são manifestações dos medos, emoções e preocupações inerentes à experiência humana, projetadas no plano onírico. Sonhar com acidente de carro, sonhar com cobra e até sonhar com a morte são experiências bastante comuns. Veja outros que listamos:

  • Sonhar em estar nu em público: Está associada à vulnerabilidade e à preocupação com a aceitação social.
  • Sonhe em voar: O ato está relacionado à liberdade e independência, portanto sua interpretação seguiria essas linhas.
  • Sonhar com ratos: Como esses animais são quase sempre vistos como intrusos, é provável que sejam um símbolo de algo que aflige a vida cotidiana.
  • Sonhar que eles estão te perseguindo: talvez indique estresse ou ansiedade, como um símbolo de que existem ameaças ou problemas persistentes à espreita na vida diária.
  • Sonhar com dentes caindo: Muitas vezes está ligado a preocupações com a aparência, inseguranças latentes ou sensação de perda de poder.
  • Sonhar em ser reprovado em um exame ou não aparecer: Pode expressar medos sobre o desempenho acadêmico, falta de preparo ou medo do fracasso.
  • Sonhar em se perder ou não chegar na hora certa: Pode refletir ansiedades sobre o rumo da vida ou um sentimento de não atender às expectativas pessoais ou sociais.

O que sonhamos pode nos dar informações importantes para tomar decisões?

As pessoas muitas vezes abordam, nos sonhos, o que estão tentando evitar enquanto estão acordadas. Portanto, é válido considerar esse conteúdo na hora de tomar decisões importantes.

Também há casos em que alguém encontra inspiração ou resolução para seus problemas durante o sono, pois o cérebro processa as informações de forma mais criativa durante esse descanso.



A orientação de um profissional nunca é demais

Ninguém está mais qualificado do que você para interpretar seus sonhos. O que você pensa sobre o significado deles é muito valioso, ainda mais do que a opinião de qualquer outra pessoa.

No entanto, o guia de um psicólogo especializado seria muito útil para aprofundar sua compreensão e explorar aspectos profundos de suas experiências oníricas. Portanto, se você tiver interesse em saber mais sobre eles, considere a orientação de um profissional.

Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email