Bispos estadunidenses pedem que os fiéis católicos continuem a insistir na equidade racial e justiça no país

Da redação, com Vatican News

Continua após a publicidade..

Martin Luther King / Foto: WikiImages por Pixabay

Enquanto os Estados Unidos celebram o Dia do Rev. Martin Luther King Jr. nesta segunda-feira, 15, os bispos estadunidenses apelam aos católicos e a todos os americanos para que defendam o “legado indelével” de fraternidade humana e amor do líder dos direitos civis assassinado.

O Dia, que celebra o aniversário do Rev. King em 15 de janeiro de 1929, é comemorado anualmente em todo o país na terceira segunda-feira de janeiro como um lembrete da luta constante pela justiça social e racial nos EUA e em todo o mundo.

Num comunicado divulgado para o feriado, o presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB), Dom Timothy P. Broglio, da Arquidiocese dos Serviços Militares, exortou as pessoas a atenderem ao apelo do Rev. com base em motivos raciais, étnicos ou religiosos.

“Como o Rev. King nos ensinou, devemos enfrentar os males do racismo e do preconceito com o amor de Cristo”, afirma o comunicado, lembrando que “o Rev. King usou a Palavra de Deus para efetuar mudanças em corações e mentes.”

Continua após a publicidade..

“Cada um de nós pode e deve trabalhar pela justiça e pela paz, lembrando o apelo à ação do Rev. King: ‘A questão mais persistente e urgente da vida é: ‘O que você está fazendo pelos outros?’”

O compromisso da Igreja pela igualdade racial

O arcebispo Broglio observou que as questões atuais da migração, do antissemitismo e da discriminação racial e religiosa lembram à sociedade norte-americana “que o trabalho de unir as pessoas em reconhecimento e cooperação mútuos nunca é realmente concluído”. Na verdade, disse ele, “ainda permanecem forças que ‘destruiriam o que foi realizado’”.

Continua após a publicidade..

O presidente da USCCB, portanto, convidou os católicos “a permanecerem vigilantes para aproveitarem os sinais positivos existentes nos esforços de evangelização e no progresso cívico contínuo nas relações humanas”.

“Estas coisas”, disse ele, “ajudam a moldar comunidades que manifestam os resultados afirmativos decorrentes das nossas diversas raças, etnias e origens culturais.”

A declaração concluiu reafirmando o compromisso inabalável da Igreja Católica com este esforço, trabalhando com “todos os outros que têm a mesma mente, fé e esperança”.

Tema do Dia MLK de 2024

O Dia de Marthin Luther King é comemorado como feriado federal nos Estados Unidos desde 1986 e é normalmente marcado com procissões, desfiles e discursos proferidos por figuras políticas e de direitos civis, bem como por pessoas de todo o país que participam de projetos de serviço comunitário.

O tema escolhido para 2024 é “Vivendo o Sonho: Começa Comigo — Espalhando Esperança, Coragem e Unidade”.

Share.