Dizzee Rascal revelou que originalmente recebeu a batida do single ‘Partition’ de Beyoncé de 2013, mas desistiu porque “não conseguia inventar” nada.

Continua após a publicidade..

O pioneiro do grime foi o primeiro entrevistado no GRM Diárionova série do YouTube Pensamentos na bunda. Ao conversar com o fundador do blog, Posty, Rascal refletiu sobre o tempo que passou em Los Angeles no início de 2010 e como se deparou com o instrumental que hoje é sinônimo do cantor de Houston.

“Desta vez eu estava em Los Angeles – foi em 2011, 2012 ou algo assim”, ele começou. “Eu estava trabalhando com vários produtores e alguns deles me deram pequenos pacotes de batidas. Em um deles tinha essa batida; foi perverso. Eu estava tipo, ‘Ah!’ – Eu simplesmente não consegui pensar em nada para isso.”

O londrino do leste então revelou: “Talvez um ano depois ou algo assim, eu ouvi Beyoncé nele… eu tinha ‘Partition’. Eu simplesmente não escrevi para isso.

Continua após a publicidade..

‘Partition’ foi o segundo single do inovador quinto álbum autointitulado de Beyoncé e agora é certificado quatro vezes platina pela RIAA. Em uma avaliação de quatro estrelas, NME disse que ela estava “exigindo avidamente mais de si mesma do que apenas ser Beyoncé” no álbum “sombrio, complexo e atrevido”.

Rascal é mais conhecido por seu álbum de estreia, ‘Boy in da Corner’, vencedor do Mercury Prize, que é amplamente considerado o LP que trouxe o grime para o mainstream no início dos anos 2000. O rapper comemorou o 20º aniversário do disco em um show único no The O2 de Londres em 2022, onde o cantou na íntegra. Nesse mesmo ano, ele também recebeu ordem comunitária após ser condenado por agredir seu ex-noivo.

No início deste mês, ele compartilhou seu oitavo álbum de estúdio ‘Don’t Take It Personal’, que traz versos de P Money, BackRoad Gee, Not3s e D Double E. O disco tem dois singles principais: a exuberante faixa ‘What You Know About That ‘ com JME e D Double E e ‘How Did I Get So Calm’.

Continua após a publicidade..

No próximo mês, Beyoncé lançará ‘Act II’ – a segunda parte de sua trilogia de álbuns ‘Renaissance’. A primeira parcela, ‘Renaissance’, foi lançada em julho de 2022 e foi fortemente influenciada pela house music e pela cultura de salão. Especula-se que sua continuação seja de inspiração country, já que os singles principais – ‘Texas Hold’Em’ e ’16 Carriages’ – se enquadram no gênero.

Em outras notícias, Rascal está programado para se apresentar no festival In It Together, no País de Gales, em maio, e no festival South Facing, em Londres, em 3 de agosto.



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email