Eddie Vedder disse que levar sua filha a um show de Taylor Swift o lembrou de estar com “os desajustados” em shows de punk rock quando criança.

Continua após a publicidade..

O vocalista do Pearl Jam disse que ficou impressionado com a paixão e a inclusão dos Swifties quando acompanhou uma de suas filhas ao show, e comparou isso com a comunidade em que cresceu.

Em entrevista com MojoVedder relembrou a energia “galvanizadora e poderosa” que uniu o público, e falou sobre “o que antecedeu, fazendo pulseiras de amizade com ela e a generosidade dessas meninas e meninos, trocando essas pulseiras com mensagens diferentes – letras, títulos de músicas, apenas atos de boa vontade nessas pulseiras.”

Continua após a publicidade..

Vedder nasceu em Illinois e passou a adolescência entre San Diego e Chicago, onde se apegou fortemente às respectivas cenas punk locais, ingressando nas bandas Surf and Destroy, Indian Style e Bad Radio. Conforme explicou, ele pode ver semelhanças com aqueles dias na cultura Swiftie.

“Eles encontraram sua tribo, todos estavam concordando em alguma coisa”, disse ele. “O mais louco é que isso me lembrou das multidões do punk rock, de estar alinhado com todos os desajustados da nossa cidade, naquela época.”

Pearl Jam anunciou seu novo álbum ‘Dark Matter’ em fevereiro e lançou sua faixa-título e single principal. O álbum será lançado em 19 de abril e pode ser pré-encomendado/pré-salvo aqui.

Continua após a publicidade..

A banda também anunciou uma grande turnê mundial que abrangerá a América do Norte, Reino Unido, Europa e Austrália, de junho a novembro.

Incluídos na turnê estão dois grandes shows no Reino Unido, no Co-Op Live de Manchester, em 25 de junho, e no Tottenham Hotspur Stadium, em Londres, em 29 de junho. aquie para programas nos EUA aqui.

No mês passado, Vedder se juntou a Post Malone em um show beneficente no Tennessee, tocando ‘Better Man’ do Pearl Jam e ‘I Won’t Back Down’ de Tom Petty.



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email