Lil Nas X admitiu que “errou muito” com os materiais promocionais de seu novo single ‘J Christ’, mas insistiu que “não tinha a intenção de zombar” do cristianismo.

Continua após a publicidade..

O rapper/cantor lançou a música na última sexta-feira (12 de janeiro) junto com um vídeo autodirigido que imita várias histórias bíblicas. No clipe, vemos Lil Nas retratar uma figura divina nos portões do céu e jogar uma partida de basquete um contra um contra Satanás.

  • LEIA MAIS: Lil Nas X ao vivo em Glastonbury: sem dúvida um divisor de águas para o pop queer

Além disso, o artista é retratado em um crucifixo em uma cena. A arte da capa oficial de ‘J Christ’ também o mostra em uma cruz enquanto cinco espectadores começam a levantá-lo do chão. Lil Nas X negou recentemente ter feito uma “zombaria de Cristo” com a imagem após uma reação negativa.

Após mais polêmica em torno do visual, Lil Nas compartilhou uma mensagem de vídeo de quatro minutos e meio nas redes sociais ontem (15 de janeiro). Ele legendou a postagem ‘queria tirar algo do meu peito’.

A estrela começou afirmando que “queria não necessariamente se desculpar”, mas sim “explicar onde minha cabeça [is] at” com a resposta à promoção ‘J Christ’. “Então, antes de tudo: quando fiz a arte, eu sabia que haveria algumas pessoas chateadas ou algo assim”, disse ele.

Lil Nas reconheceu que “a religião é um tema muito delicado para muitas pessoas”, mas explicou que nunca teve a intenção de ofender ninguém.

“Mas eu também não tive a intenção de zombar”, disse ele. “Isso não foi um ‘Foda-se para vocês. Foda-se para os cristãos. Não foi isso. Era literalmente eu dizendo: ‘Estou de volta como Jesus’. Essa foi a coisa toda.

“Não sou a primeira pessoa a se vestir de Jesus. Não sou o primeiro rapper, não sou o primeiro artista e não serei o último.”

Mais tarde, Lil Nas pediu desculpas por um TikTok vídeo em que ele é visto comendo pão de comunhão e bebendo vinho de um cálice vestido como Jesus. “Achei que aquele vídeo seria o vídeo para aliviar o clima”, disse ele.

“Achei que isso era algo que todos nós queríamos fazer quando crianças e tudo mais, mas não entendia a realidade de como comer a comunhão é o simbolismo do sangue e dos ossos de Jesus ou algo parecido.”

Continua após a publicidade..

Ele acrescentou: “Eu não quis dizer isso como uma coisa de canibalismo ou qualquer outra aberração. Mas peço desculpas por isso. Direi que sinto muito por isso. Isso foi exagerado.

Lil Nas então admitiu que “estava muito errado desta vez”, dizendo que as críticas “causaram um impacto mental” nele.

“Quero que meus fãs cristãos saibam que não estou contra você”, explicou ele. “Fui colocado nesta Terra para aproximar as pessoas e promover o amor. É o que eu sou. Eu não sou como um demônio malvado tentando destruir os valores de todo mundo e coisas assim. Este não sou eu.”

Quanto ao vídeo de ‘J Christ’ especificamente, Lil Nas disse aos telespectadores que “não há desrespeito aí”. “Achei claramente que não estar do lado do Diabo naquele vídeo era… havia um entendimento ali de que não estou tentando insultar o Cristianismo”, disse ele.

Continua após a publicidade..

“Espero que mais cedo ou mais tarde possamos avançar e estou entusiasmado com o resto desta era e [the] coisas que planejei.”

Lil Nas concluiu: “Isso é tudo que tenho a dizer agora. Estou mandando amor para vocês. Estou enviando amor aos meus fãs. Estou enviando amor às pessoas que magoei.” Assista à mensagem em vídeo na íntegra acima.

Pouco antes do lançamento de ‘J Christ’, Lil Nas X anunciou que iria para a universidade para ingressar em um programa de Estudos Bíblicos.

Na legenda, ele escreveu: “Sei que alguns de vocês me odeiam agora, mas quero que saibam que estou literalmente prestes a ir para a faculdade para estudos bíblicos no outono. Nem tudo é troll! De qualquer forma, SOU ESTUDANTE DE NOVO! VAMOS.

Lil Nas X
Lil Nas X. CRÉDITO: Imprensa

Anteriormente, ele disse aos fãs que seu novo single era “dedicado ao homem que teve o maior retorno de todos os tempos”.

O visual de ‘J Christ’ recebeu o selo de aprovação da Church Of Satan no fim de semana, com o líder da organização David Harris chamando o clipe e a música de “fantásticos”.

Isso acontece depois que o grupo também apoiou Lil Nas em 2021, quando ele enfrentou polêmica após promover que venderia 666 pares de “Sapatos de Satanás” de edição limitada – cada um contendo uma gota de sangue humano real.

Enquanto isso, um novo documentário de Lil Nas X chamado Viva Monteiro está previsto para chegar na próxima semana. Acompanhará o músico em sua turnê ao vivo de divulgação de seu primeiro álbum de estúdio, ‘Montero’ de 2021.



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email