O ex-guitarrista do Duran Duran, Andy Taylor, afirmou que seus guarda-costas “deram uma surra” em Vince Neil depois que o vocalista do Mötley Crüe supostamente tentou iniciar uma briga com ele.

Continua após a publicidade..

Taylor não especificou exatamente quando ou onde o incidente ocorreu, mas acrescentou que encontrou Neil enquanto ele estava flanqueado por “alguns malditos motoqueiros”.

“Eu nunca tive as experiências estranhas, pervertidas e fodidas de que muitas pessoas falam”, disse o roqueiro do Duran Duran. Rock clássico em uma nova entrevista relembrando sua carreira. “A pior merda foi Vince Neil tentando lutar comigo e meus guarda-costas tendo que resolver ele. Ele apareceu com uns malditos motoqueiros, então eles também deram uma surra neles, ha ha ha!

Neil já havia sugerido alguma animosidade em relação a Taylor em uma entrevista de 2005 para ContactMusic [per Blabbermouth]onde ele respondeu aos comentários que Taylor fez sobre o Mötley Crüe viajando em ônibus de turnê separados.

“Eu li uma coisa onde aqueles idiotas do Duran Duran diziam: ‘Todos nós viajamos juntos e essa é a única maneira de fazer turnê e isso mostra o quão fodido o Motley Crue é’”, declarou Neil. “Eu estava tipo, ‘Quem diabos é você para nos dizer o quão fodidos estamos!’”

Continua após a publicidade..

Andy Taylor, ex-guitarrista do Duran Duran. CRÉDITO: Getty

Em agosto, Taylor se abriu mais sobre seus motivos para deixar o Duran Duran, dizendo que foi por motivos “criativos” e “não pessoal”.

Continua após a publicidade..

Em uma nova entrevista Pop Clássico revista (via Notícias de música), o guitarrista disse que o “incomodou” com o fato de a banda ter trazido um círculo mais amplo de pessoas para o álbum ‘Red Carpet Massacre’ de 2007, que foi produzido em grande parte por Timbaland.

“Eu não pude fazer o álbum do Timbaland porque simplesmente não me emocionou”, disse ele. “Eu estava dizendo aos outros: ‘Por que precisamos disso?’

“Há tanto talento naquela banda que nunca senti a necessidade de trazer outras pessoas para escrever com o Duran. Isso me incomodou. Ele continuou: “Não se tratava de fazer do meu jeito”.

Taylor vive com câncer de próstata metastático em estágio 4 desde 2018 e também revelou nessa época que um medicamento que ele está tomando para tratá-lo prolongou sua vida em cinco anos.



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email