ad

Brasileira é acusada de fraude pela justiça dos Estados Unidos; jornalista é ex-bolsonarista e atual lulista

A oposição ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se manifestou sobre a procura do FBI (Federal Bureau of Investigation, a polícia federal norte-americana) pela jornalista Patrícia Lélis. A brasileira se tornou ré nos EUA com a acusação de ter fingido ser advogada e fraudar quem a procurou em US$ 700 mil. Conforme a denúncia, ela enganava pessoas interessadas em tirar o visto de residência no país.

Continua após a publicidade..
ad

“Tomara que o FBI encontre o paradeiro da mentirosa da Lelis, daí ela consegue ser intimada no processo que movo contra ela”, declarou o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) em seu perfil no X (ex-Twitter).

O congressista está processando a jornalista por danos morais pelo TJMG (Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais) depois de Lelis compartilhar, em 2022, uma suposta imagem de Ferreira em um momento íntimo.

O mineiro também postou uma publicação de Lelis conversando com o deputado André Janones (Avante-MG) e afirmou: “Veja pelo lado bom, os 2, em breve, poderão dividir a cela juntinhos”.

Continua após a publicidade..
ad

O senador Magno Malta (PL-ES) disse que a situação da jornalista perante a justiça norte-americana é “um clássico petista”. Ele desejou “boa sorte” a Lelis e afirmou: “Sai acusando meio mundo, mas no fim… Vocês já sabem”.

Continua após a publicidade..

Quem é Patrícia Lélis

Patrícia Lélis ganhou notoriedade a partir de 2016, quando acusou o deputado Marco Feliciano (PL-SP) de estupro –o processo foi arquivado em 2018. Também relatou ter namorado Eduardo Bolsonaro (PL-SP), mas depois falou que se tratava de um relacionamento de fachada. Por causa desse relacionamento, chegou a ser classificada como “bolsonarista” nas redes sociais. Afirmou em seu perfil no Facebook que fez parte dos “brasileiros hipócritas” que “difamaram” o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Relatou que era “cega” e que agora apoia o petista: “Lula seu ladrão, hoje mais do que nunca roubou meu coração”.

Eis outras manifestações da oposição sobre o caso:

Share.
ad