Mike Shinoda na Tailândia em 2011
Foto de Mike Shinoda através da Shutterstock

Mike Shinoda consolidou uma base de fãs e provou seu talento musical tanto com os grandes sucessos de Nu Metal do Linkin Parque como nas faixas mais voltadas ao Hip Hop em seu projeto paralelo Forte Menor.

Continua após a publicidade..

Ao longo de sua carreira, o cantor e produtor norte-americano demonstrou ter um gosto musical bastante amplo e, através de suas obras, principalmente as que foram lançadas ao lado do saudoso Chester Benningtonele buscou quebrar as fronteiras entre estilos de música experimentando elementos de diferentes gêneros em uma mesma canção.

O resultado criativo e admirado por tantas pessoas vem, sem dúvidas, das diversas referências incluídas na bagagem musical de Shinoda, que passa tanto pelo Rock quanto pelo Metal, Hip Hop e Folk, com bandas como Executar-DMC, Metálico, Simão & Garfunkel e muito mais.

Em 2010, o fundador e vocalista do Linkin Park revelou em entrevista à Metal Hammer (via Som mais alto), alguns dos discos que mudaram sua vida. Confira a seguir essa lista e as explicações de Mike Shinoda sobre suas escolhas!

Os 8 discos preferidos de Mike Shinoda

Executar-DMC – Criando o Inferno (1986)

Eu o comprei em vinil quando foi lançado e minha faixa favorita que eu tocava repetidamente era ‘It’s Tricky’. Isso me fez querer fazer rap, com certeza. Isso e [o programa] ‘Yo! Raps’ da MTV. Eu e meus amigos trocávamos fitas e o Run-DMC mudou minha vida. Foi o álbum de rap mais hard rock da época.

Ministério – A mente é uma coisa terrível de se provar (1989)

Ao dirigir rápido, este é 100% o álbum para fazer isso! Se fosse uma viagem, eu diria Björk ou Glitch Mob, mas quando você está falando de sentar o pé no acelerador, este é o álbum que você tem que escolher.

Continua após a publicidade..

Jimi Hendrix – Você tem experiência (1967)

Eu também adoro ‘Axis: Bold As Love’, mas ‘Are You Experienced’ está além da compreensão. Você não pode melhorar isso. A faixa-título, ‘Purple Haze’, ‘Hey Joe’… essas são algumas das minhas músicas favoritas de todos os tempos.

As portas – As portas (1967)

Eu ouvia algumas músicas do The Doors enquanto crescia, mas nunca fui um fã. Quando conheci minha esposa, a banda favorita dela era The Doors e ela perguntou se eu os ouvia. Eu estava tentando impressioná-la, então menti totalmente. A verdade veio à tona e ela acabou me interessando pela música deles, e agora gosto muito das músicas deles. O primeiro disco deles é provavelmente o meu favorito.

Metálico – Monte o relâmpago (1984)

Eu ouvi esse álbum no colégio e odiava metal quando tinha 12 ou 13 anos, mas sem querer os ouvi através de Brad [Delson, guitarrista do Linkin Park]. ‘Ride The Lightning’ sempre define o metal para mim.

Continua após a publicidade..

Simon e Garfunkel – Salsa, sálvia, alecrim e tomilho (1966)

Eu amo Simon & Garfunkel. Eu também gosto de Cat Stevens. As letras desses discos são realmente boas e estabelecem um padrão muito alto para o que pode ser feito com músicas simples e usando a narrativa e as letras dentro de uma música. Eles são mestres nisso.

Pink Floyd – O Lado escuro da Lua (1973)

Provavelmente estou atraído [pela capa do álbum] por causa do meu estado mental no momento. Há algo realmente poderoso acontecendo na capa do álbum e é icônico e diz muito sobre o álbum em si. Eu também gosto muito da tipografia. Eu só gosto muito de coisas minimalistas.

Imóveis em dias ensolarados – Como é estar em algo (1998)

Eu ouvi Sunny Day Real Estate quando comecei a faculdade. Eu estava sozinho, longe do meu irmão e da minha família, e a realidade de estar sozinho era assustadora, como é para a maioria das pessoas quando fazem essa transição pela primeira vez. É um álbum lindo, perfeito para momentos como esses.

EU QUERO SER TOUR

Em poucos dias o Brasil receberá uma turnê incrível com gigantes do Emo e rock alternativo; garanta o seu ingresso por aqui!



Share.