Na noite da última segunda-feira (15), o Emmy 2023 premiou grandes produções da TV norte-americana. Mantendo a tradição, a noite teve vencedores surpreendentes e, também, algumas que saíram de mãos abanando. Pensando nisso, o NerdBunker reuniu abaixo os esnobados e as grandes surpresas. Confira abaixo:

Esnobado: The Last of Us

Emmy informa a fornecedores que edição 2023 será adiada (The Last of Us/HBO/Divulgação)
Bella Ramsey e Pedro Pascal em The Last of Us (HBO/Reprodução)

The Last of Us passou batida nas categorias principais do Emmy 2023. A produção não levou troféus nas categorias de Melhor Série Dramática, Melhor Ator em Série Dramática (Pedro Pascal), Melhor Atriz em Série Dramática (Bella Ramsey), Melhor Roteiro em Série Dramática (Craig Mazin) e Melhor Direção em Série Dramática (Peter Hoar).

Continua após a publicidade..

Vale lembrar que a série venceu oito categorias de prêmios técnicos do Emmy.

Esnobado: Ted Lasso

3ª temporada de Ted Lasso
Ted Lasso (Apple/Divulgação)

Com 21 indicações, Ted Lasso saiu de mãos abanando nas categorias principais em que disputou. A despedida da série da Apple TV+ não venceu Melhor Série de Comédia e nem rendeu prêmios a Juno Temple e Hannah Waddingham (Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia), Phil Dunster e Brett Goldstein (Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia) e Jason Sudeikis (Melhor Ator em Série de Comédia e um dos indicados a Melhor Roteiro em Série de Comédia).

Vale lembrar que a série venceu duas categorias de prêmios técnicos do Emmy.

Esnobado: Better Call Saul

Bob Odenkirk em Better Call Saul (AMC/Reprodução)

Better Call Saul, o aclamado derivado de Breaking Bad, chegou ao fim em grande estilo, mas saiu de mãos abanando no Emmy 2023. Entre as derrotas da produção estão as categorias de Melhor Série Dramática, Bob Odenkirk (Melhor Ator em Série Dramática), Rhea Seehorn (Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática), além de Gordon Smith e Peter Gould (Melhor Roteiro em Série Dramática).

Esnobado: Dahmer – Um Canibal Americano

Evan Peters como o assassino em Dahmer. Crédito: Netflix/Divulgação

É verdade que Dahmer – Um Canibal Americano levou para casa o troféu de Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie, Antologia ou Filme para TV por Niecy Nash-Betts. Porém, uma única estatueta em 13 indicações é tão pouco, que é justo considerar a série da Netflix como esnobada.

Continua após a publicidade..

Esnobado: Wandinha

Wandinha saiu do Emmy sem prêmios (Netflix/Divulgação)

Wandinha saiu do Emmy 2023 sem nenhum troféu das categorias principais de comédia, como Melhor Série, Melhor Atriz (Jenna Ortega) e Melhor Diretor (Tim Burton).

Porém, vale lembrar que a série venceu quatro categorias de prêmios técnicos do Emmy.

Continua após a publicidade..

Esnobado: Maravilhosa Sra. Maisel

Foto de Rachel Brosnahan, a nova Lois Lane dos cinemas (Maravilhosa Sra. Maisel/Amazon Prime Video/Reprodução)
Rachel Brosnahan em Maravilhosa Sra. Maisel (Amazon Prime Video/Reprodução)

A temporada final de Maravilhosa Sra. Maisel não levou nenhum troféu do Emmy 2023 para casa. A produção perdeu nas categorias de Melhor Série de Comédia, Melhor Atriz em Série de Comédia (Rachel Brosnahan), Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia (Alex Borstein) e Melhor Direção em Série de Comédia (Amy Sherman-Palladino).

Vale lembrar que a série venceu duas categorias de prêmios técnicos do Emmy.

Surpresa: Treta

Ali Wong e Steven Yeun em Treta. (Netflix/Divulgação)

Treta se tornou uma surpresa ao fazer a rapa nas categorias de Minissérie. A produção venceu os prêmios de Melhor Minissérie ou Antologia, Ator (Steven Yeun), Atriz (Ali Wong), Direção e Roteiro (ambos para Lee Sung Jin). Uma vitória que se torna ainda mais doce se considerarmos os concorrentes, já que a série da Netflix superou fenômenos como Dahmer: Um Canibal Americano e Enxame e O Predador: A Caçada.

Surpresa: Black Bird

Paul Walter Hauser em Black Bird (Apple TV+/Reprodução)
Paul Walter Hauser em Black Bird (Apple TV+/Reprodução)

Os mais atentos à temporada de prêmios podem até ter imaginado que o troféu de Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie, Antologia ou Filme para TV iria parar nas mãos de Paul Walter Hauser, por Black Bird. Porém, a minissérie do Apple TV+ passou batido por tanta gente, que é de se surpreender que os votantes da Academia não tenham caído nesse erro.

Aproveite e conheça todas as redes sociais do NerdBunker, entre em nosso grupo do Telegram e mais – acesse e confira.

Share.