Um recurso de anúncio pago para viagogo.

Continua após a publicidade..

Desde apresentações desconexas na itinerante Warped Tour até shows impressionantes em festivais, o Blink-182 sempre foi um grupo ao vivo caótico e divertido. Existem poucas bandas que conseguem contar tantas piadas sobre sexo no palco, enquanto ainda quebram corações com faixas emocionantes como ‘Adam’s Song’ ou ‘Stay Together For The Kids’.

Antes do retorno da formação clássica ao Reino Unido na próxima semana e do lançamento do tão aguardado álbum ‘One More Time’ em 20 de outubro, fizemos uma viagem ao passado para encontrar as performances mais loucas da história do Blink-182.

Warped Tour, Miami (1996)

A segunda Warped Tour (e a primeira patrocinada pela Vans) contou com apenas dois palcos, com bandas alternando entre eles. Grupos como Deftones, Beck, Reel Big Fish e The Mighty Mighty Bosstones apareceram, assim como um trio pop-punk incipiente conhecido como Blink-182, que só foi adicionado à programação por insistência do guitarrista do Pennywise, Fletcher Dragge. Neste ponto, Travis Barker ainda não havia se juntado à banda com Scott Raynor na bateria, mas a química entre Tom DeLonge e Mark Hoppus já estava clara.

Estrelas e alças famosas, Califórnia (1999)

Com ‘Dude Ranch’ de 1997 e ‘Enema Of The State’ de 1999 transformando o Blink-182 em superestrelas do punk, esta performance pop-up para comemorar a abertura da loja Barker’s Famous Stars and Straps na Califórnia é puro pandemônio. De acordo com alguns fãs, Barker teve muitos problemas por fechar a rua para esse show comemorativo.

Grande dia, Sydney, Austrália (2000)

A Austrália foi um dos primeiros países a realmente abraçar o humor vertiginoso do banheiro do Blink-182. A edição de 2000 da turnê do festival Big Day Out foi encabeçada por Red Hot Chili Peppers e Nine Inch Nails ao lado de participações de Foo Fighters e The Chemical Brothers, mas o assunto do festival era Blink. Atraindo uma multidão gigante, a banda abriu com a palavrosa ‘Family Reunion’ e sua atitude zero-foda dominou um set que era tão despreocupado quanto brilhante.

Pepsi Smash, Target Center, Minneapolis (2004)

Continua após a publicidade..

Comemorando o lançamento de seu icônico álbum ‘sem título’, o Blink-182 participou do Pepsi Smash, uma apresentação ao vivo na televisão que viu a banda se fortalecer através do recente hit ‘I Miss You’ e do turbinado ‘The Rock Show’. Apresentando um lado mais maduro e refinado da banda que ainda era capaz de causar impacto, este é um instantâneo de uma banda prestes a explodir.

Tweeter Center, Camden, Nova Jersey (2004)

Travis Barker foi justamente celebrado como a peça que faltava que transformou o Blink-182 de punk rockers desconexos em algo mais ambicioso. Esta apresentação de 2004 realmente destaca o quanto ele é uma fera por trás do kit, tocando o show inteiro com o pé direito quebrado sem perder o ritmo.

Conan (2011)

Filmado durante a primeira e breve reunião da formação clássica do Blink-182, esta aparição em um programa de televisão noturno Conan captura uma banda saindo confortavelmente de sua zona de conforto. Na época, o sexto álbum de estúdio, ‘Neighborhoods’, recebeu sua cota de críticas, mas são momentos como esse que mostram o brilho subestimado desse disco.

Continua após a publicidade..

Lollapalooza, Chicago (2017)

Tom DeLonge deixou o Blink-182 novamente em 2015, com Matt Skiba do Alkaline Trio entrando em cena para manter as coisas funcionando. Durante sua passagem de sete anos na banda, Blink-182 lançou dois álbuns (‘California’ de 2016 e ‘Nine’ de 2019) que homenagearam as raízes da banda, mas ainda assim impulsionaram as coisas.

Ao vivo, foi fácil sentir falta de DeLonge durante clássicos como ‘I Miss You’, mas Skiba realmente se apropriou de faixas mais recentes como ‘Cynical’ e ‘Bored To Death’, como visto durante esta manchete definida no Festival Lollapalooza de 2017.

Coachella, Califórnia (2023)

Originalmente anunciado como um aquecimento para sua turnê de reunião global, o Blink-182 acabou sendo a atração principal do Coachella Festival depois que Frank Ocean cancelou sua aparição no Weekend Two. Um retorno caloroso e eufórico de uma banda querida, foi o tipo de set mágico que parecia nostálgico, fresco e vital. O trio parecia mais unido do que nunca, mas ainda encontrou tempo para uma piada bem colocada. Não é à toa que há tanta empolgação em torno do novo álbum ‘One More Time’ e de sua turnê mundial em andamento.

Jogo do Blink-182:

11 de outubro – Londres, Reino Unido – The O2
12 de outubro – Londres, Reino Unido – The O2
14 de outubro – Birmingham, Reino Unido – Utility Arena
15 de outubro – Manchester, Reino Unido – AO Arena
21 de outubro – Las Vegas, NV – Festival When We Were Young

9 de fevereiro – Perth, Austrália Ocidental – RAC Arena
11 de fevereiro – Adelaide, Austrália do Sul – Centro de entretenimento
13 de fevereiro – Melbourne, Victoria – Rod Laver Arena
16 de fevereiro – Sydney, Nova Gales do Sul – Qudos Bank Arena
19 de fevereiro – Brisbane, Queensland – Centro de entretenimento
23 de fevereiro – Auckland, Nova Zelândia – Spark Arena
26 de fevereiro – Christchurch, Nova Zelândia – Christchurch Arena

Os fãs podem comprar e vender ingressos para o Blink-182 no mercado global, viagogo aqui.

Fãs de mais de 30 países compraram ingressos na viagogo para ver a apresentação do Blink 182 no Reino Unido, na O2, em outubro. As vendas de ingressos mostram que a maior parte da demanda é liderada por fãs do Reino Unido, seguidos por fãs dos EUA que viajam para o Reino Unido para ver esta banda de rock do Golden State. Os ingressos na viagogo foram vendidos por apenas 59 GBP.



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email