O Carnaval foi dela. Quando Ivete Sangalo subiu no trio elétrico na quinta-feira (8), abertura oficial da festa em Salvador, uma multidão a esperava sob um sol inclemente na praça Castro Alves.

Ao iniciar os primeiros acordes de “Macetando”, aposta para o Carnaval deste ano, ela já tinha o público na mão. Dias depois, a música alcançou primeiro lugar nas paradas do Spotify Brasil, feito inédito para um artista do axé na era do streaming.

Continua após a publicidade..

A consagração no ano em que completa 30 anos de carreira veio acompanhada de contratempos. Os cinco dias de desfiles da cantora no Carnaval em Salvador foram marcados por engarrafamento de trios, atrasos, problemas técnicos, choro e discurso em tom de despedida.

Nesta terça-feira (13), acompanhada por uma multidão de fãs em um trio sem cordas, Ivete afirmou que a palavra “desistir” não existe em seu dicionário e defendeu uma repactuação para o Carnaval.

“Desistir é uma palavra que não existe no meu dicionário. Uma mulher como eu, não sei nem como conjuga esse verbo. Não faço ideia”, disse a cantora no circuito do Campo Grande.

A declaração foi feita um dia depois de ter chorado e feito um discurso em tom de despedida após uma série de incidentes com o seu trio elétrico no bloco Coruja, que desfilou no circuito Barra-Ondina.

“Isto está enchendo o meu coração de angústia. […] Será que hoje não é nossa despedida do Coruja? Será a gente não tem que repensar isso?”, questionou, depois de um incidente envolvendo um tubo de gás carbônico de seu trio elétrico que deixou duas pessoas com ferimentos leves.

A cantora chegou a paralisar a apresentação e buscou tranquilizar os foliões que acompanhavam o seu desfile. Devido ao incidente, a equipe decidiu retirar os convidados de cima do trio por questões de segurança.

Momentos antes, o trio elétrico ficou inclinado para o lado direito e os convidados que estavam em cima do veículo foram orientados a ir para o outro lado, para contrabalançar o peso.

Continua após a publicidade..

Nos dias anteriores, a cantora enfrentou contratempos que incluíram um engarrafamento de trios elétricos e um atraso de três horas no início do primeiro desfile do bloco Coruja, no sábado (10).

Na ocasião, teve que fazer uma espécie de gerenciamento de multidões, tocando músicas mais lentas nos momentos de maior pressão no circuito —apenas no sábado, um milhão de pessoas se concentraram no circuito Barra-Ondina, segundo dados das câmeras de reconhecimento fácil da polícia baiana.

Mais tarde, no final de um percurso de quase sete horas, Ivete teve um encontro com Baby do Brasil, que estava no camarote de uma emissora de tevê. Depois de elogios rasgados a Baby, a quem chamou de referência, cantaram juntas a canção “Menino do Rio”, de Caetano Veloso.

Após a participação, Baby voltou a falar no microfone, disse que o “apocalipse está próximo” e clamou aos foliões que buscassem Jesus Cristo. Ivete reagiu com bom humor: “Não tem apocalipse certo quando a gente maceta o apocalipse”, afirmou, antes de cantar o sucesso “Macetando”. O diálogo imediatamente virou meme.

Continua após a publicidade..

Nesta terça-feira, Ivete iniciou seu último desfile às 13h no circuito do Campo Grande, centro de Salvador. Desta vez, foi um desfile sem cordas e aberto a todos os foliões. Ao subir no trio, brincou com os fãs.

“Hoje eu acordei e falei: ‘Quem é você mulher? Quem é você mulher que a cada dia acorda mais gostosa? Mais renovada, mais pedra fortaleza? Quem é essa mulher que é abençoada a cada dia com a fé e com a luz de Deus?'”, disse.

Depois, em tom mais sério, disse que iria trabalhar por uma repactuação no Carnaval. Em tom de convocação, fez um discurso no trio elétrico falando em repensar a festa, mas sem dar detalhes sobre suas ideias.

“O que vou fazer é repactuar a roda porque vejo um portal de oportunidades inacreditáveis. E não estou falando só para mim, estou falando para a gente, porque sozinha eu não vou a lugar nenhum”, afirmou.

Na sequência, fez um agradecimento a Deus e voltou a explicar as declarações da véspera: “[Agradeço] a Ele, o maior de todos, o que transforma e por isso que eu falei ontem [terça-feira]. Porque Ele me soprou uma transformação e eu vou transformar porque será melhor para mim e para vocês”.

Após atravessar a passarela na praça do Campo Grande, Ivete desceu do trio elétrico: foi à forra se jogando nos braços da multidão, enquanto cantava “We Are the World of Carnaval”, clássico do cancioneiro carnavalesco da Bahia.

A cantora ainda embarca nesta terça para Belo Horizonte, onde será a principal atração de uma festa privada na capital mineira. Será a sexta apresentação em seis dias de Carnaval.

Share.