O drama social de Mika Gustafson Paris está em chamas ganhou o prêmio principal de melhor filme no Guldbagge Awards, a principal premiação do cinema sueco.

O longa, que estreou na seção Horizontes de Veneza este ano, acompanha três irmãs que, deixadas à própria sorte pela mãe ausente, vivem uma vida de liberdade anárquica. Mas quando os serviços sociais chegam, os mais velhos têm de encontrar alguém que se faça passar pela mãe, para evitar serem enviados para um orfanato. Foi escolhido como o melhor filme sueco do ano passado na cerimônia do Guldbagge Awards, em Estocolmo, na noite de segunda-feira. Paris is Burning também conquistou o Guldbagge de melhor cenografia para Catharina Nyqvist Ehrnrooth.

Continua após a publicidade..

Mas o grande vencedor da noite foi o de Axel Petersén Vergonha em terra seca. O neo-noir ambientado no mundo dos jogadores online ganhou 7 prêmios Guldbagge, incluindo o de melhor diretor e melhor ator para o protagonista Joel Spira, além de receber a maior parte das honras técnicas. O longa, que estreou em Toronto, não foi indicado na categoria de melhor filme.

O prêmio de melhor atriz foi para Marall Nasiri por seu papel principal em Opponent, o drama de Milad Alami sobre uma família que foge do Irã para o norte da Suécia. Lukas Moodysson ganhou o prêmio de melhor roteiro por seu roteiro de Together 99, uma sequência de seu sucesso crossover de 2000, Together, sobre a vida em uma comuna sueca. Together 99 também ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante para a co-estrela Anja Lundqvist.

Lista completa dos Prêmios Guldbagge 2023 abaixo.

MELHOR FILME
O paraíso está queimando
Produtor: Nima Yousefi

MELHOR DIRETOR
Axel Petersen
para Vergonha em terra seca

MELHOR ATRIZ EM PAPEL PRINCIPAL
Marall Nasiri
para Maryam em Adversário

MELHOR ATOR EM PAPEL DE LÍDER
Joel Spira
para Dimman em Vergonha em terra seca

MELHOR ATRIZ EM PAPEL COADJUVANTE
Anja Lundqvist
para Lena em Juntos 99

MELHOR ATOR EM PAPEL DE APOIO
Christopher Wagelin
para Fredrik em Vergonha em terra seca

Continua após a publicidade..

MELHOR ROTEIRO
Lucas Moodysson
para Juntos 99

MELHOR EDIÇÃO
Robert Krantz
para Vergonha em terra seca

MELHOR CINEMATOGRAFIA
Josué Enblom
para Vergonha em terra seca

MELHOR DESIGN DE SOM
Andreas Franck
para Vergonha em terra seca

MELHOR PONTUAÇÃO ORIGINAL
Baba Stiltz
para Vergonha em terra seca

Continua após a publicidade..

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Nora Berecoechea e Stefan Rycken
para O abismo

MELHOR DESIGN DE FANTASIA
Karen Fabritius Gram e Pierre Vienings
para Hammarskjöld

MELHOR CENÁRIO
Catharina Nyqvist Ehrnrooth
paraO paraíso está queimando

MELHOR MAQUIAGEM
Tove Jansson, Eva von Bahr e Love Larson
para a conferência

MELHOR CURTA-METRAGEM
Leila
Dirigido por Fariba Haidari

MELHOR DOCUMENTÁRIO
O milagre de Gullspång
Dirigido porMaria Fredriksson

PRÊMIO DE AUDIÊNCIA GULDBAGGE
Beck-Inferno
Produzido por Francy Suntinger

GULLSPIRA – por contribuições extraordinárias em filmes infantis
Inger Nilsson, atriz

O PRÊMIO DE HONRA (HEDERSGULDBAGGEN)
Marie Göranzon, atriz

Share.