A24 anunciou que Phoebe Bridgers, Caroline Polachek e yeule estão entre os colaboradores de seu próximo filme de terror, Eu vi o brilho da TV.

Continua após a publicidade..

Outros artistas que participarão da trilha sonora incluem L’Rain, Bartees Strange, The Weather Station, Jay Som, Maria BC e Florist.

Dirigido por Jane Schoenbrun, Eu vi o brilho da TV segue a história de dois adolescentes que se unem por causa de um programa de TV sobrenatural que é misteriosamente cancelado quando eles começam a perder o controle da realidade.

A sinopse do filme diz: “O adolescente Owen está apenas tentando sobreviver na vida nos subúrbios quando seu colega de classe o apresenta a um misterioso programa de TV noturno – uma visão de um mundo sobrenatural abaixo do deles. No brilho pálido da televisão, a visão da realidade de Owen começa a falhar.”

Bridgers também aparece no filme ao lado de Lindsey Jordan, do Snail Mail, e Fred Durst, do Limp Bizkit.

A trilha sonora será lançada no dia 10 de maio, após o lançamento do filme.

Continua após a publicidade..

Como parte do anúncio, yeule compartilhou um cover de ‘Anthems for a Seventeen Year‐Old Girl’ do Broken Social Scene como parte de sua contribuição para o filme – você pode conferir abaixo.

Recentemente, Boygenius – o trio formado por Bridgers, Lucy Dacus e Julien Baker – conquistou a estátua de Grupo Internacional do Ano no BRIT Awards 2024, derrotando Foo Fighters, Blink-182, Paramore e Gabriels. O prêmio foi seu primeiro BRIT.

Ao vencer, Dacus compartilhou uma mensagem de agradecimento aos fãs. Aceitando o BRIT da banda em uma mensagem de vídeo, Dacus disse: “Queremos agradecer à nossa gravadora Polydor por tornar isso possível. Viva o Boygênio.” Bridgers acrescentou: “Muito obrigado”.

Continua após a publicidade..

No mês passado, Boygenius também ganhou três prêmios Grammy: Melhor Performance de Rock (‘Not Strong Enough’), Melhor Canção de Rock (‘Not Strong Enough’) e Melhor Álbum de Música Alternativa (‘The Record’).

Aconteceu logo depois que o trio anunciou seu hiato em um show secreto em Los Angeles. “Iremos embora em um futuro próximo”, disseram os fãs, citando-os. “Este é o nosso último show e estamos sentindo isso.”

Em dezembro, Boygenius disse NME que gostaram da ideia de o futuro da banda permanecer “uma surpresa” depois que seu LP de estreia ‘The Record’ foi eleito nosso álbum do ano de 2023.

Baker continuou: “Gosto que essa banda seja algo que, por ser mais efêmero ou algo assim, não esteja concretamente ligado a um de nós ou a uma pessoa com quem convivemos todos os dias.

“É algo que podemos revisitar quando nos sentimos motivados, ou é um lugar para onde podemos nos refugiar. Gosto de salvá-lo como algo sagrado, em vez de sentir que tenho que trabalhar constantemente nele.”



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email