ad

Sean Paul pediu a Stefflon Don e Jada Kingdom que encerrassem sua rivalidade online e “vivessem melhor”.

Continua após a publicidade..
ad

No início desta semana, Kingdom e Don trocaram faixas dissimuladas depois que este último supostamente chamou o outro indiretamente em um trecho de música. Don foi o primeiro a lançar o dela com ‘Dat A Dat’ antes que a cantora nascida na Jamaica respondesse com a desrespeitosa ‘London Bed’. Acredita-se que o conflito começou com uma briga sobre o ex-namorado de Don, a superestrela da fusão afro Burna Boy.

Ontem, Paul comentou sobre a rivalidade Don-Kingdom em um post no Instagram. Na foto, ele discordou da forma como as mulheres falavam umas das outras em suas respectivas faixas e que elas precisam “viver melhor” e não “seguir o desperdício”.

Na legenda, ele escreveu em letras maiúsculas: “Eu [don’t] amo esse não [at] todos. [Women] deve [be] guerreiros sim. mas [for] uma causa. [You] deve liderar o caminho moralmente [for] a família. Os homens ficam aquecidos. [You] nos acalme. Como podemos nos acalmar se vocês estão fazendo isso [too]. 2 lindas mulheres negras. Beta ao vivo. Defina um exemplo beta, por favor. [For] a cultura pode implorar. [For] as crianças. [For] as fêmeas mais jovens. @stefflondon @jadakingdom acabou de falar!!!”

Nos comentários, alguns fãs chamaram a atenção para a hipocrisia na declaração de Paul, já que “conflito” (uma batalha musical) é um elemento-chave da cultura do dancehall e do sistema de som, independentemente do gênero. Um usuário escreveu: “OK, mas quando os homens do dancehall fazem isso, está perfeitamente bem??? Esse post é tendencioso[ed]!! É melhor você deletar isso antes que a mulher comece a ‘clatt yuh !!’

Outros defenderam o apelo de Paulo por “positividade”. Um fã escreveu: “Esse tipo de negatividade me desanima. Muita energia feminina no espaço do dancehall. Artistas talentosas não deveriam ter que recorrer a confusão e humilhação umas às outras para chamar a atenção. [Shake my head]!”

Don minimizou a disputa, comentando no post: “Não é tão sério, confie em mim, apenas divirta-se”.

Continua após a publicidade..
ad

No início desta semana, Don e Kingdom lançaram novas faixas dissimuladas dirigidas um ao outro. O primeiro respondeu a ‘London Bed’ com a sinistra faixa ‘Dead Gyal Walking’ e, horas depois, a estrela nascida na Jamaica lançou a faixa mais recente da rivalidade chamada ‘Steff Lazarus’.

‘London Bed’ e ‘Dead Gyal Walking’ estão atualmente em primeiro e segundo lugar na tabela de tendências do YouTube.

‘Steff Lazarus’ também disparou contra Asian Doll, um rapper americano que já foi amigo de Kingdom. Depois que Don lançou ‘Dead Gyal Walking’, Doll twittou que ela e Kingdom não são mais amigos porque este último é supostamente um “drogado” e fez algumas coisas questionáveis.

Continua após a publicidade..

Desde então, as duas estrelas do dancehall acessaram o Instagram para abordar as “mentiras” contadas umas às outras e também para dizer que superaram a “guerra”. Na história de Don no Instagram, ela escreveu; “Eu não posso respeitar Twinki porque tudo o que ela disse em sua última música sobre MIM foi mentira… Eu dei a você o suficiente do meu tempo e gostaria de poder [didn’t] ter.”

Kingdom respondeu a Don em uma transmissão ao vivo no Instagram, dizendo que ela “não inventou uma frase” e que o rapper precisa “verificar seu círculo”, pois eles lhe deram as informações que ela usou para ‘London Bed’.

Em outras notícias, Don provocou sua contribuição mais amigável ao clube para o popular ‘Dutty Money Riddim’. Isso acontece dias depois de Kingdom lançar sua faixa obscena ‘What’s Up? (Big Buddy)’ no mesmo instrumental.

Don também será a atração principal do Limitless Live – o maior show de música ao vivo do Reino Unido em abril próximo.



Share.
ad