The Jesus & Mary Chain compartilhou detalhes de um livro de memórias, com lançamento previsto para ainda este ano.

Continua após a publicidade..

Intitulado Nunca compreendido, a história da cadeia Jesus e Mariao livro foi escrito pelos membros fundadores da banda, William e Jim Reid, com a ajuda do crítico e ghostwriter Ben Thompson.

Com lançamento previsto para White Rabbit, o livro chegará em 15 de agosto no Reino Unido e 3 de setembro nos EUA (via Hachette Books).

No livro de memórias, William e Jim mergulharão nas origens da banda, sua ascensão à fama e as batalhas pessoais que enfrentaram ao longo do caminho.

“Durante cinco anos, depois de terem trocado os cobiçados aprendizados pela vida de desemprego, os irmãos William e Jim Reid ficaram sentados até de madrugada na sala da frente da casa do conselho de seus pais em East Kilbride, traçando seu caminho para dominar o mundo. inúmeras xícaras de chá, com a música baixa para não acordar a irmã adormecida”, diz a descrição.

“Eles sabiam que não poderiam tocar na mesma banda porque discutiriam muito, então eles descreveriam o conjunto dos seus sonhos um para o outro até que finalmente perceberam que essas duas bandas perfeitas eram na verdade a mesma banda, e o nome de essa banda era The Jesus & Mary Chain.”

Mais de 40 anos desde que surgiram, o livro verá os músicos contarem a história da banda pela primeira vez e se abrirem sobre sua perspectiva em primeira mão de estar no grupo. Isso inclui conflitos fraternos, luta contra o vício em drogas e álcool e extrema timidez, mas diz-se que se reúne como uma espécie de “uma carta de amor à família da classe trabalhadora escocesa”.

Continua após a publicidade..

“Tem muitas verrugas, podemos garantir isso”, disse Jim Reid sobre o livro. “Na verdade, podem ser apenas verrugas.”

Da mesma forma, o editor Lee Brackstone discutiu a inspiração por trás do título. “O título provisório deste livro era Nunca entendo – uma ótima música de Mary Chain que todo mundo conhece de 1984”, começou ele. “Mas à medida que o processo de escrita chegava ao fim, William sugeriu mudar o título para Nunca entendi – uma ótima faixa menos conhecida de Mary Chain de 1998; essa mudança é uma representação perfeita de como este livro confunde a linha entre o presente e o passado distante e recente, ao mesmo tempo que ilumina vistas ocultas do interior psíquico desta lendária banda.”

“É um sonho publicar este livro na White Rabbit. Quando o encomendei, tinha esperança de que, com a orientação de Ben Thompson, poderíamos acabar com um clássico”, acrescentou. “O que obtivemos excede até as minhas esperanças e expectativas mais loucas: não apenas um clássico, mas uma das melhores memórias musicais que já publiquei.”

Capa do livro de memórias de Jesus & Mary Chain.
Capa do livro de memórias de Jesus & Mary Chain. CRÉDITO: Imprensa

Continua após a publicidade..

Nunca entendi será publicado pela White Rabbit em 15 de agosto de 2024 nos formatos de capa dura, brochura comercial, e-book e download digital de áudio. Uma edição especial do White Rabbit e um audiolivro em vinil também estarão disponíveis.

A edição padrão custa £ 25, enquanto a edição White Rabbit Deluxe custa £ 99 e é limitada a 500 cópias autografadas. Uma edição da Record Store também é oferecida por £ 65, limitada a 1.500 cópias autografadas e com capa alternativa. Saiba mais aqui.

Em outras notícias sobre The Jesus & Mary Chain, em novembro a banda conversou com NME sobre seu novo álbum ‘Glasgow Eyes’ e o single ‘jamcod’.

A faixa, disse Jim Reid, veio de “lembrar questões dolorosas do passado”.

“Foi sobre o fim da banda”, disse ele. “Na verdade, era sobre a noite no House of Blues quando a banda se separou [in 1999]. Há outra música, ‘Chemical Animal’, que é semelhante, mas diferente, porque eu estava pensando na época das drogas e em como era.

“Quando você se aprofunda nessa merda toda, é como se tudo estivesse agindo por instinto e você se tornasse um animal e tudo girasse em torno de drogas. É a sua força motriz, o que leva você de A a B é se você consegue marcar. Era uma maneira horrível de viver e estou feliz por não fazer mais isso.”



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email