ad
TJ-RJ manda apagar vídeo do filho do ministro Benedito Gonçalves
O ministro Benedito Gonçalves| Foto: Divulgação/TSE

Após a repercussão negativa do vídeo de Felipe Brandão, filho do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ostentando roupas e acessórios de grife avaliados em mais de R$ 1 milhão, a Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) ordenou a retirada do vídeo das redes sociais. Benedito Gonçalves foi relator do processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que tornou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível por oito anos.

De acordo com o jornal O Globo, na decisão do TJ-RJ a juíza Flávia Babu Capanema Tancredo considerou que o objetivo do vídeo era ridicularizar Felipe e atingir terceiros, incluindo o ministro Benedito Gonçalves.

Continua após a publicidade..
ad
Continua após a publicidade..
ad

O vídeo, publicado pelo influenciador holandês Anthony Kruijver Fashion, rapidamente viralizou no TikTok e tinha 211,8 mil visualizações no final da tarde desse sábado (13). O conteúdo mostra o filho do ministro Benedito Gonçalves com uma mulher e uma criança vestidos da cabeça aos pés com roupas e acessórios de grife que somadas podem ultrapassar R$ 1,2 milhão.

Continua após a publicidade..

No vídeo postado no perfil que reúne conteúdos de moda, eles descrevem os itens sorrindo e falam que são do Rio de Janeiro, no Brasil. Felipe Brandão se apresenta como empresário de compra e venda de relógios de luxo.

Share.
ad