Após a série de reações extremamente negativas na última semana, a Unity publicou, nesta sexta-feira (22), uma carta aberta sobre o plano de negócio anunciado para o seu motor gráfico de jogos.

Marc Whitten, líder da Unity Create, que inclui a Unity Engine, começou o texto pedindo desculpas e admitindo que o anúncio das novas taxas foi precipitado. Grandes mudanças na estratégia de cobrança foram anunciadas, mas ela ainda existirá.

Continua após a publicidade..

“Deveríamos ter conversado mais com vocês e deveríamos ter incorporado mais comentários antes de anunciar nossa nova política. Nosso objetivo é garantir que possamos continuar a apoiá-los hoje e amanhã, e continuar investindo profundamente em nosso mecanismo de jogo.”

Como será a cobrança da Unity?

De acordo com Whitten, o Unity Personal continuará sendo gratuito e não haverá quaisquer taxas aplicadas a quaisquer jogos desenvolvidos sob esse plano sem custo. Além disso, a obrigatoriedade de assinar um pacote pago da Unity terá um teto maior — apenas jogos com faturamento acima de US$ 200.000 precisarão ter o Uniy Pro. O limite até então, após a extinção do Unity Plus para novos usuários, era US$ 100.000.

Os games que precisarão pagar as taxas de uso da Unity Engine, então, serão os que possuem receita de, no mínimo, US$ 1 milhão no último ano e pelo menos 1 milhão de “primeiros engajamentos”. Tal conceito representa “o momento em que um usuário final identificável adquire, baixa ou interage com sucesso e de forma legítima com um jogo, pela primeira vez em um canal de distribuição“.

Reinstalações não contarão para o cálculo, e as regras para múltiplas plataformas foram melhor explicadas. Segundo a página FAQ da Unity, “o engajamento inicial [com um jogo] em vários dispositivos do mesmo canal de distribuição contará como um único engajamento. A interação por canais de distribuição separados contam separadamente“.

“Se você estiver nos planos Unity Personal ou Plus, a taxa não se aplica. A nova taxa do [motor gráfico] Unity será aplicada apenas ao Unity Pro e ao Unity Enterprise.”

Porém, há outro detalhe importante: a nova política valerá a partir da próxima versão LTS do motor gráfico Unity, que tem previsão para 2024. Isso quer dizer que “jogos lançados atualmente e os projetos nos quais os desenvolvedores estão trabalhando não serão incluídos – a menos que os criadores de games optem por atualizá-los para esta nova versão da Unity“.

“Nenhum jogo criado com qualquer versão da Unity Engine atualmente suportada será afetado. Somente aqueles criados ou atualizados para a versão Long Term Support (LTS) lançada em 2024 (ou depois), atualmente chamada de 2023 LTS, serão afetados. Para esses games, a taxa só é aplicável depois que dois limites forem ultrapassados: US$ 1.000.000 em receita bruta (últimos 12 meses) E 1.000.000 de engajamentos iniciais.”

[…]

Garantiremos que você cumpra os termos aplicáveis à versão do editor Unity que estiver usando, contanto que continue usando essa versão.”

Quanto será cobrado pelo uso da Unity Engine?

Pra os estúdios/jogos que se encaixarem nos termos de pagamento das novas taxas, duas opções serão oferecidas. Será possível pagar uma participação de 2,5% na receita mensal total dos títulos ou o valor calculado com base no número de “novas pessoas envolvidas com seu jogo a cada mês”.

Continua após a publicidade..

Em qualquer um dos dois casos, os números utilizados para cálculos de valores devidos serão entregues pelos próprios estúdios, a partir de dados que já estiverem disponíveis.

“Você sempre será cobrado pelo valor menor.”

Por fim, jogos distribuídos por meio de serviços de assinatura, serviços de streaming ou semelhantes ainda estarão sujeitos ao pagamento das taxas.

Continua após a publicidade..

A Unity anunciou a primeira versão do novo modelo de negócio para seu motor gráfico em 12 de setembro, causando uma grande movimentação dentro do mercado de jogos. Estúdios e desenvolvedores independentes ameaçaram substituir a Unity Engine em seus jogos ou até tirá-los das lojas.

Desde então, uma campanha contra tais cobranças acontece de forma intensa, e diferentes alterações no planejamento inicial da Unity foram divulgados na última semana.

Fique de olho por aqui para mais atualizações sobre esse caso. Aproveite e siga o NerdBunker nas redes sociais TwitterInstagram e TikTok, e entre no nosso grupo no Telegram.

Fonte: Unity (1), Unity (2)

Share.