Historiadores no Egito estão à beira de um avanço notável: a descoberta do túmulo perdido de Marco Antônio e Cleópatra, dois dos amantes mais famosos da história.

Continua após a publicidade..

Arqueólogos acreditam ter identificado a localização oculta da cripta na qual eles afirmam que os líderes estão enterrados juntos.

O arqueólogo egípcio Zahi Hawass declarou que “o túmulo perdido de Antônio e Cleópatra será finalmente descoberto.

O local do sepultamento foi finalmente estimado estar na região de Taposiris Magna, a 30 km de Alexandria”.

Continua após a publicidade..

“Espero encontrar o túmulo de Antônio e Cleópatra em breve. Eu realmente acredito que estão enterrados no mesmo túmulo”, disse Hawass, que tem vasta experiência em arqueologia egípcia.

“Estamos tão perto de descobrir a localização exata do túmulo; estamos no caminho certo. Sabemos onde exatamente devemos escavar.”

Cleópatra VII foi a última governante ativa do Reino Ptolomaico no Egito. Segundo a crença popular, ela e Marco Antônio se suicidaram em 30 de agosto de 30 AC, quando ela tinha 39 anos, permitindo que uma cobra venenosa os mordesse.

Continua após a publicidade..

No entanto, alguns afirmam que ela foi assassinada e dizem que a descoberta de seu corpo ajudará a fornecer evidências para provar isso.

Marco Antônio foi um político e general romano. Ele foi designado para as províncias orientais de Roma, incluindo o reino cliente do Egito, então governado por Cleópatra.

A notícia surge dias depois que um antigo salão real que remonta à era de Ramsés II foi descoberto perto do local identificado de Cleópatra. Foi desenterrado abaixo de edifícios de tijolos e áreas residenciais comerciais. O salão era usado para realizar celebrações reais, como a festa do Jubileu.

Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email