Omar e Cedric: Se isso ficar estranhoum próximo documentário narrando a relação entre os companheiros de banda do The Mars Volta e do At The Drive-In, Cedric Bixler-Zavala e Omar Rodríguez-López, foi anunciado.

Continua após a publicidade..

Ontem (13 de setembro), a Cloud Hill Films lançou o trailer do próximo filme, que também conta a história das duas bandas, explorada aqui por meio de imagens capturadas por Omar Rodríguez-López nas últimas décadas.

A descrição oficial do filme diz: “Um filme que traça a relação artística e pessoal entre dois artistas que definiram uma época, Omar Rodríguez-López e Cedric Bixler-Zavala (At the Drive-In/The Mars Volta), contado quase inteiramente através de centenas de horas de filmagens feitas por Omar nos últimos 40 anos.”

Assista ao trailer de Omar e Cedric: Se isso ficar estranho abaixo.

Continua após a publicidade..

Omar e Cedric: Se isso ficar estranho estreará no Raindance Film Festival, no Reino Unido, em 28 de outubro. Mais informações sobre o lançamento do filme em outros lugares ainda não foram anunciadas.

O trailer e as notícias do documentário vieram antes do início da turnê americana do The Mars Volta em Minneapolis, na quarta-feira, 13 de setembro. A lista de shows nos EUA está programada para durar até meados de outubro e os verá realizar mais 18 shows. Encontre todos os ingressos restantes aqui.

Continua após a publicidade..

A banda formada no Texas lançou seis álbuns de estúdio entre 2003 e 2012 antes de se separar devido a um desentendimento entre os membros fundadores Bixler-Zavala e Rodríguez-López. Nos anos que se seguiram, a dupla formou o novo grupo Antemasque e ressuscitou seu grupo pré-Mars Volta, At-the-Drive-In, para um novo recorde em 2017.

O Mars Volta voltou a lançar seu disco autointitulado em setembro do ano passado. O esforço de retorno recebeu uma crítica brilhante de cinco estrelas de NME‘s Andy Price, que escreveu: “’The Mars Volta’ é um disco que chama a atenção instantaneamente, salpicado como é com linhas de topo cativantes. Mas também exige – e generosamente recompensa – escutas repetidas, em virtude de seus arranjos meticulosamente montados (basta banhar seus ouvidos na brilhante mixagem luxuriante do terceiro single ‘Vigil’).

“Este não é apenas um retorno impressionante para uma das bandas mais individuais dos últimos 20 anos; é, musicalmente, uma obra-prima surpreendente. Seu melhor momento? Bem possível.”



Share. WhatsApp Facebook Telegram Twitter Pinterest LinkedIn Tumblr Email