Nos últimos anos, o mercado de futuros tem se destacado cada vez mais no panorama financeiro mundial, especialmente por oferecer oportunidades atrativas aos investidores, sobretudo aqueles que têm em vista operações com day trade.

O mercado futuro é um ambiente que surgiu mediante a necessidade de reduzir os riscos financeiros principalmente para produtores de commodities. Esse mercado abrange os contratos futuros que são derivativos e utilizam o valor presente como referência para um ajuste financeiro futuro.

Continua após a publicidade..

Esses contratos são usados na compra e venda de commodities, particularmente por produtores que desejam se resguardar contra variações de preço que possam prejudicar suas operações. Esse mecanismo de proteção é chamado de hedge.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

É importante ressaltar que qualquer pessoa, seja ela física ou jurídica, pode negociar no mercado de futuros, já que não há compra ou venda direta de produtos (itens físicos), e sim uma liquidação financeira da diferença entre o valor da compra e da venda deste contrato.

Day trade: mercado futuro

Além disso, o mercado de futuros proporciona consideráveis chances para os traders. Ou seja, investidores que buscam expandir seu capital aproveitando as flutuações de preço do mercado no curtíssimo ou curto prazo. 

Ao negociar um contrato futuro, o investidor estabelece uma posição no mercado que pode ser classificada como “comprada” ou “vendida”, com base na sua análise e estratégia operacional adotada.

Dessa forma, aqueles que assumem uma posição “comprada” lucram com o aumento do preço do contrato futuro e sofrem perdas quando ocorre uma queda no preço. Enquanto isso, os que assumem uma posição “vendida” lucram com a diminuição do preço do contrato futuro, mas enfrentam prejuízos quando o preço sobe.

Para ter sucesso em suas operações, além de ter um conhecimento sobre análise técnica e um bom operacional, os investidores devem acompanhar de forma atenta o mercado, a economia, os possíveis eventos climáticos e os eventos políticos globais.

Isso porque esses tipos de variáveis podem mexer com o mercado, trazendo oscilações nas cotações dos contratos futuros.

Continua após a publicidade..

Saiba mais

Principais características do mercado futuro

Entre as características do mercado futuro, a padronização dos contratos se destaca por ser a mais determinante. Nesse contexto, cada tipo possui critérios definidos em relação à quantidade do contrato, além de possuir uma data de vencimento predefinida.

Essa padronização promove transparência e simplicidade nas operações, tornando o mercado acessível a todos os investidores.

Outras características que atraem os investidores para esse mercado são a alavancagem alta e a baixa margem de garantia.

No mercado futuro, é aceitável operar com valores que ultrapassam o saldo disponível em sua conta. Ou seja, é possível que o investidor atue no mercado com um valor muito mais alto do que consta em sua conta na corretora – isso é conhecido como alavancagem.

Porém, para conseguir essa alavancagem, é necessária uma garantia, para cobrir eventuais perdas no mercado futuro.

A garantia exigida para utilizar a alavancagem e movimentar valores superiores ao saldo disponível é conhecida como margem de garantia. Ela atua como um depósito de segurança, caso haja perdas nas operações, essa margem será utilizada para cobrir tais perdas financeiras.

Continua após a publicidade..

É relevante ressaltar que a margem exigida não precisa necessariamente ser em dinheiro. É possível utilizar algum outro ativo que o investidor possui em carteira na corretora, como por exemplo ações. No entanto, cada corretora tem a liberdade de determinar valores adicionais conforme suas próprias políticas.

Outra característica importante é a alta liquidez. Por conta da presença de milhares de investidores nesse mercado, que realizam operações de compra e de venda de contratos a todo momento, a alta liquidez facilita, portanto, a entrada e o encerramento de posições no mercado futuro.

Leia também

Tipos de contratos

Temos, por exemplo, vários tipos de contratos futuros que são negociados na B3, entre eles: índice futuro (IND e WIND), dólar futuro (DOL e WDO, taxa DI (DI1), boi gordo (BGI), milho (CCM), café (ICF), soja (SFI). Dentre esses citados anteriormente, os mais negociados e conhecidos são os contratos de índice futuro e dólar futuro.

Dólar futuro

Os contratos futuros de dólar são derivativos financeiros negociados na bolsa de valores. Eles estabelecem um compromisso de compra ou venda de uma quantidade específica de dólares americanos em uma data futura, por um preço determinado no momento da negociação. Esses contratos são utilizados como instrumentos de proteção (hedge) contra as variações cambiais, bem como para fins de especulação.

Eles permitem que os investidores aproveitem as oscilações do câmbio sem a necessidade de possuir a moeda estrangeira fisicamente, negociando apenas a diferença entre o preço de compra e o preço de venda do contrato.

Índice futuro

O índice futuro, como o próprio nome sugere, é um tipo de contrato futuro negociado na bolsa de valores que tem como ativo subjacente um índice de mercado. Aqui no Brasil, negociamos na B3 o índice futuro do Ibovespa.

Esses contratos estabelecem um compromisso de compra ou venda do índice em uma data futura, por um preço determinado no momento da negociação.

Assim como os contratos futuros de dólar, os contratos de índice futuro são utilizados tanto para proteção (hedge) quanto para especulação, permitindo que os investidores aproveitem as variações nos índices de mercado sem a necessidade de possuir todos os ativos que compõem a carteira do índice.

Minicontratos

Diariamente, o InfoMoney publica o que esperar do mini-índice e também do minidólar, de acordo com a análise técnica. Confira!

Guias de análise técnica:

(Bruno Nadai)

Fonte: InfoMoney

Share.