O presidente da Argentina, Javier Milei, retornou hoje ao país após uma viagem a Israel e ao Vaticano, que incluiu uma visita ao para Francisco na segunda-feira (12). Espera-se que agora presidente consiga acelerar negociações para que seu partido, o Liberdade Avança, crie um bloco de 80 deputados no Congresso com o Proposta Republicana (Pro), do ex-presidente Mauricio Macri, e assim facilite a tramitação de seu amplo pacote de reformas econômicas.

Segundo disse uma fonte próxima a Milei ao jornal La Nación, o presidente que que haja uma posição parlamentar mais unificada, um culminar numa coalização política para as próximas eleições parlamentares, em 2025.

Continua após a publicidade..

Para isso, Milei terá de realizar uma reforma ministerial, uma vez que Macri cobiça alguns cargos no gabinete. O noticiário local dá conta de que o presidente aceitará cedera alguns cargos, desde que não se mexa no seu núcleo duro, formado pelo ministro do Interior, Guillermo Francos; o chefe de gabinete, Nicolás Posse; e o conselheiro Santiago Caputo.

Conteúdo XP

Peça o melhor cartão de crédito do Brasil e tenha acesso à Salas vip e Investback nas compras

Continua após a publicidade..

O jornal Ámbito Financiero diz que Macri está especialmente interessado no Ministério da Infraestrutura, uma pasta que abrange Transportes e Comunicações e que está na órbita do ministro da Economia Luis “Toto” Caputo desde que Milei assumiu e cortou o número de ministérios.

Mas há problemas nessas negociações. Karina Milei, irmã do presidente e a quem ele chama de “chefe” dada sua importância para o governo, continua rejeitando uma fusão entre Pro e Liberdade Avança. No lado do Pro, lideranças como Diego Santilli e María Eugenia Vidal querem discutir o assunto internamente com Macri ante de apoiar a aliança formal. Por outro lado, quem pode ajudar é a atual ministra da Segurança, Patricia Bullrich, amiga de Macri e altamente considerada dentro do gabinete oficial. E tudo isso ocorre em meio a um processo que pode mudar a liderança do Proposta Republicana, em março.

Enquanto isso, o presidente aproveita um momento de apoio popular. O porta-voz do governo, Manuel Adorni, publicou na rede X (antigo Twitter) um vídeo de Milei recebendo um tratamento de popstar no voo de volta a Buenos Aires. “O Presidente da Nação regressa a Argentina depois da sua viagem de sucesso”, escreveu, acrescentando: “Delírio no avião antes da descolagem”.

Continua após a publicidade..

Continua depois da publicidade

Entre gritos de apoio e pedidos de selfies, Milei ouviu dos demais passageiros mensagens de “Javi, o povo te aclama” e “não desista, Javi”

O porta-voz presidencial, Manuel Adorni, partilhou o momento na sua conta na rede social X.

Fonte: InfoMoney

Share.