MOSCOU (Reuters) – O presidente Vladimir Putin disse nesta quarta-feira que cientistas russos estão próximos de criar vacinas contra o câncer que em breve poderão estar disponíveis para os pacientes.

Putin disse em comentários televisionados que “chegamos muito perto da criação das chamadas vacinas contra o câncer e de medicamentos imunomoduladores de uma nova geração”.

Continua após a publicidade..

“Espero que em breve eles sejam efetivamente usados como métodos de terapia individual”, acrescentou, falando em um fórum de Moscou sobre tecnologias futuras.

Conteúdo XP

Peça o melhor cartão de crédito do Brasil e tenha acesso à Salas vip e Investback nas compras

Putin não especificou quais tipos de câncer as vacinas propostas teriam como alvo, nem como.

Continua após a publicidade..

Vários países e empresas estão trabalhando em vacinas contra o câncer. No ano passado, o governo do Reino Unido assinou um acordo com a BioNTech, sediada na Alemanha, para lançar testes clínicos que fornecem “tratamentos personalizados contra o câncer”, com o objetivo de atingir 10.000 pacientes até 2030.

As empresas farmacêuticas Moderna e MSD estão desenvolvendo uma vacina experimental contra o câncer que, segundo um estudo em estágio intermediário, reduziu pela metade a chance de recorrência ou morte por melanoma — o câncer de pele mais mortal — após três anos de tratamento.

Continua depois da publicidade

Continua após a publicidade..

Atualmente, existem seis vacinas licenciadas contra o papilomavírus humano (HPV), que causa muitos tipos de câncer, inclusive o câncer de colo do útero, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, bem como vacinas contra a hepatite B (HBV), que pode levar ao câncer de fígado.

Durante a pandemia do coronavírus, a Rússia desenvolveu sua própria vacina Sputnik V contra a Covid-19 e a vendeu para vários países, embora internamente tenha enfrentado uma relutância generalizada do público em ser vacinado.

O próprio Putin disse que havia tomado a Sputnik, em uma tentativa de garantir à população sua eficácia e segurança.

Fonte: InfoMoney

Share.